LAMÚRIAS

Neste grande laço que me embaraço,
Fico a procura, pois minha alma anseia,
Tento apagar toda essa lembrança,
Que só me cansa e me faz sofrer.

Procuro acalmar toda essa dor
Que o teu amor me causa no peito,
É como um nó preso na garganta
Me sufoca aos poucos nesta ilusão

Tento uma saída para não sofrer
Mas dói, machuca, e sem direção me deixa,
Teu calor bem forte me tortura e bate
Num beco sem saída eu procuro escape

Na luta da vida assim vou vencendo,
Mesmo que as dores traspassem meu peito
É o preço do amor por amar demais,
Nesse meu esforço pra te conquistar.

Mesmo que às vezes eu sinta vontade,
De gritar bem forte para a solidão
Sei que não mereço pagar esse preço
Mas tudo aceito por teu coração.

23/11/1999
Republicado em março de 2008.

Nenhum comentário:

Postar um comentário